terça-feira, 12 de junho de 2012

ESTAÇÃO MIRAHY - Hoje Rodoviária da cidade onde também funciona o Arquivo Municipal.

Bela foto-acervo do Arquivo Público Municipal de Cataguases.









Estive na Estação em maio de 2012

Inaugurada em 31 de dezembro de 1895

Ramal de Mirahy - km 381,589 (1960)





Ponto final do Ramal, a antiga Estação Ferroviária de Mirahy é hoje a Rodoviária Municipal, mesmo destino dado a muitas estações de nossa região. O prédio encontra-se em excelente estado de conservação e nele funcionam o Arquivo Municipal com grande acervo cultural da cidade, uma loja de artesanato, uma lanchonete e a área de vendas de passagens da rodoviária, onde os antigos guichês da época da ferrovia ainda são usados.
A cidade possui também um belíssimo Centro Cultural que guarda grande acervo sobre a vida de seu filho ilustre, o cantor Ataulfo Alves.
Visitar as cidades por onde passaram os trens da EFL nos remetem a muitas e belas histórias, como a do Sr. Nilton Horta, ferroviário que constituiu sua família e com ela passou por muitas cidades onde trabalhou, mas que guarda maior recordação de Mirahy, onde permaneceu por mais tempo. Foi o Sr. Nilton, hoje morador de Bicas, que me explicou a diferença das chaminés das locomotivas a vapor, umas com tubo estreito e outras com aqueles proeminentes bojos largos se destacando. Disse que era devido ao fato de, na falta de carvão para queimar na fornalha, passaram a usar lenha para a queima e as chaminés estreitas permitiam que pedaços de lenha em brasa voassem pelos céus saindo com grande pressão caindo nas matas próximas ao leito da ferrovia provocando grandes queimadas. A chaminé de bojo largo possuia um dispositivo que praticamente eliminava este problema. Pequenos detalhes que só conhecemos conversando com antigos ferroviários como o Sr. Nilton.

Atualizada em 27 de março de 2017.
















Cadeado usado nas portas de imóveis ferroviários. 



Lanterna a base de carbureto usada pelos ferroviários da EFL.




Antiga bilheteria da Estação de Mirahy, hoje utilizada na venda de passagens de ônibus.



Mirahy ontem/hoje, nas fotos cedidas por Hugo Caramuru e Nilton Horta.












Um comentário:

  1. que saudade da professorinha....que me ensinou o be aba....na pequenina Mirai...era ai....??? Ataulfo alves....

    ResponderExcluir