domingo, 28 de fevereiro de 2016

ESTAÇÃO CARMO - Desbravando o Ramal Sumidouro nas linhas da EFL pelo estado do Rio de Janeiro.









Ramal Sumidouro 238,777 km

Inaugurada em 01/08/1885

Uso atual: Cooperativa de Produtores de Leite






O blog otremexpresso tem me proporcionado grandes surpresas e novos desafios. Ao visitar estações, paradas e pontes ferroviárias nas imediações de Além Paraíba, cheguei à Estação de Melo Barreto, ponto de partida para o antigo Ramal Sumidouro, no Estado da Rio de Janeiro. Ver aquela maravilhosa ponte sobre o Rio Paraíba era um belo convite a descobrir tudo o que "continuava" do outro lado. 

O tempo passou e surgiu a necessidade de viajar até Nova Friburgo a serviço. Pronto! 

Estava ali a oportunidade de seguir minhas pesquisas pelo estado do Rio conhecendo um pouco do Ramal Sumidouro suprimido em maio de 1967 - que se estendia até Conselheiro Paulino na Linha Cantagalo, dali chegando à Nova Friburgo.

Trago hoje a “primeira parada” para fotos que fiz nesta viagem: a Estação da cidade de Carmo. Originalmente chamada Bacelar até a década de 1930, a antiga estação fica nos arredores da cidade, margeando a rodovia RJ-148. Pouco mais à frente, do outro lado da rodovia, fica outro prédio ferroviário, possivelmente um armazém sendo as duas edificações utilizadas pela Cooperativa de Produtores de Leite do município. 

Um pequeno comerciante estabelecido bem próximo à estação explicou que na verdade o trem passava no lado oposto da estação em relação à rodovia, hoje ocupada por moradias geminadas ao prédio original. A antiga plataforma de embarque já não existe mais, mas a estação segue imponente e bela, mantendo viva a memória da Estrada de Ferro Leopoldina naquela cidade.

Em frente à estação, uma pracinha denominada Praça da Luz e nela um pequeno monumento composto de peças mecânicas que não consegui identificar.

















sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Belíssimo e histórico acervo fotográfico de Mara Bertelli Machado com grandes atuações da EQUIPE DE SOCORRO DE BICAS.





Recebi da grande amiga Mara Bertelli Machado, aqui de Bicas, este espetacular acervo fotográfico da época em que seu pai José Leopoldo Machado trabalhou na Equipe de Socorro sediada nas Oficinas de Bicas, uma das mais reconhecidas na EFL pela alta capacidade de trabalho e grande sucesso nas atuações. 

São registros feitos em vários trechos da Leopoldina, especialmente na Serra de Bicas para Rochedo de Minas e na Serra de Pequeri para Santana do Deserto

Fotos que precisavam de uma bela restauração e como os amigos leitores já sabem restaurar fotos é minha grande paixão, especialmente quando se tratam de fotos que resgatam a belíssima história da passagem da Estrada de Ferro Leopoldina pela Zona da Mata mineira. 

Espero que gostem do resultado e se deleitem com mais uma viagem no tempo.

Renovo meus agradecimentos a Mara Bertelli Machado e Família pela valiosíssima contribuição.