domingo, 8 de maio de 2011

ESTAÇÃO BICAS - Prédio da Estação completa 132 anos.


Fotos: 05/2011.









Estação Bicas
Estive no local em: 06 de maio de 2011
Inaugurada em: 09 de setembro de 1879
Ramal: Linha de Caratinga – Km 191,922 (1960)
Altitude: 597m

Situação Atual – Memorial do Ferroviário Biquense, Centro Histórico Cultural, Artesanato Art’Bicas e Estação Rodoviária.











Um dos prédios mais tradicionais, de grande importância cultural e histórica da cidade de Bicas está fazendo aniversário! A antiga Estação Ferroviária, atual rodoviária da cidade, completa 132 anos de existência no dia 13 de maio de 2011. 
Inaugurada em 1879 pela Cia. União Mineira, e incorporada, com a linha, pela Estrada de ferro Leopoldina – E.F.L. – em 1884, o prédio é sem dúvida uma das mais belas edificações de Bicas. Na linha que passava por Bicas rodaram trens de passageiros até a primeira metade dos anos 1970, e foi suprimida oficialmente somente em 1994.
Hoje, além da rodoviária, lá também funcionam a loja de artesanato da Art’Bicas – Associação dos artesãos Biquenses e o Memorial do Ferroviário Biquense, que abriga belíssimas peças, fotos, pinturas e documentos que mantêm viva a história da ferrovia em Bicas.

Como prova do valor histórico e cultural da Estação Ferroviária de Bicas, apresento um trecho do Diário de Dom Pedro II, vol. 25, de 27 de abril de 1881(aª fa), copiado de José Carlos Barroso – Cessão Marcus Granado). Dom Pedro II andou na União Mineira passando por Bicas, em 1881:
-"(...) 5 ½ Acordei. Vou ler. Saio às 7h. Caminho conhecido até Serraria. Cheguei às 8 ¾ a Juiz de Fora. A cidade tem aumentado muito. Bela avenida com bonitas casas que devem arborizar. Almocei numa destas que é do Barão de Cataguazes. Partida do trem às 11h 10'. Nada de novo até Serraria. Aí entramos no trem da estrada de ferro da União Mineira. Percorremos 84km até o arraial - vila ainda não instalada de S. João de Nepomuceno. A estrada para subir parte da serra do Macuco tem 2 ziguezagues com plataformas. Tem 7 estações pequenas porém bem construídas conforme a aparência. Vista muito bela assim como mato viçoso de Bicas para diante. Descobre-se amplo vale fechado por altas montanhas, e perto de S. João avista-se a alta serra do descoberto de contorno original. Grande número de quilômetros a começar da Serraria passa a estrada por fazendas de café muito bem plantadas e algumas com casas feitas com bom gosto. Há interrupção de terras tão boas para voltarem estas. Vim conversando com o engenheiro Betim cuja direção inteligente e ativa revela-se no modo porque a estrada foi construída e tendo trilhos de aço, e com o desembargador Pedro de Alcântara Cerqueira Leite a cuja influência se deve sobretudo a estrada que é de bitola de um metro. (...)"  
Fonte: site Estações Ferroviárias do Brasil, de Ralfh Mennucci Giesbrecht
.

Um patrimônio desta envergadura é digno de uma grande festa. Por sua história e pela importância da ferrovia para nossa cidade, a antiga Estação Ferroviária - hoje Terminal Rodoviário José Croce - precisa da sensibilidade e atenção da secretaria de municipal de cultura para uma manutenção constante. Ela realmente merece! 
Presto minhas homenagens à nossa belíssima Estação Ferroviária fazendo uma das coisas que mais gosto: fotografar!

E com estas fotos, trago meus votos de “PARABÉNS”!



Fotos do Arquivo.


Acima, foto de 05/2011.





Abaixo, fotos de 04/2009.














3 comentários:

  1. Parabéns. Mas um trabalho que realizas com carinho!
    data: 16/05/2011 | de: Renato Lourenço Mayrink Sobrinho
    Parabéns meu irmão!

    É bom ver seus projetos criando corpo, pois o amor por esta cidade sempre foi marcante em você e agora aproveitaste para mostrar a linda história da ferrovia em nossa região.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns. Mas um trabalho que realizas com carinho!
      data: 17/05/2011 | de: Amarildo Mayrink
      Valeu, Renato!
      É só o início mesmo! Agora estou às voltas com um mapa completo das linhas da Leopoldina na zona da mata mineira com todas as estações. Já estou quase terminando.
      Abraço.

      Excluir
  2. Ferrovia da saudade
    data: 16/05/2011 | de: Lydia Dousseau Duque Mayrink
    Pois é isto que sinto vendo este Blog.
    Parabéns filho, por mais esta iniciativa linda, enaltecendo nossa terra, com sua historia linda, cheia de fatos e acontecimentos que nos deixam orgulhosos e tristes ao mesmo tempo. Eu só posso acrescentar que tenho uma saudade "danada" destes trens EXPRESSO... que marcaram a vida de toda uma geração.

    ResponderExcluir