quinta-feira, 7 de junho de 2012

ESTAÇÃO CATAGUAZES - Hoje, sede do Departamento Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico.









Estive na Estação em julho de 2012

Inaugurada em 31 de julho de 1877

Linha do Centro - km 346,403 (1960)



Estação de Cataguazes - grafismo original com "z" - foi inaugurada em 1877. Até pouco tempo antes da inauguração, seu nome era Santa Rita da Meia Pataca.
Por Cataguases ainda circulam trens de carga da FCA levando bauxita para Três Rios cortando toda área urbana da cidade, em alguns trechos, até dividindo espaço com os carros.
Hoje. o prédio da Estação é a Sede do DEMPHAC – Departamento Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico de Cataguases, com uma excelente estrutura de promoção da cultura e da história da cidade. Fiquei feliz por perceber uma grande preocupação com a preservação da memória ferroviária, já que estações como Sinimbú, Sereno e Glória encontram-se em excelente estado de conservação e foram recentemente reformadas pelo Município através de convênios conquistados pelo DEMPHAC, cujo coordenador é José Luiz Batista e tem como historiadora a Sra. Sandra.
Segundo nos informaram, o grande objetivo do DEMPHAC é reativar o trem de passageiros num corredor turístico cultural trabalhando a história da ferrovia e sua importância para o Município, trabalhando também a história das duas maiores personalidades da área cultural de Cataguases, o cineasta Humberto Mauro e a atriz Eva Nil, mostrando a importância de Cataguases para a história do cinema em Minas e no Brasil.
Na antiga estação funcionam os seguintes órgãos:
- o Centro Cultural Eva Nil, cujo nome é uma homenagem a primeira atriz de grande sucesso no cinema mudo nacional e filha de Cataguases;
- o Arquivo Histórico de Cataguases, cuja historiadora é a Sra. Roseli.
- um Centro de promoção de artes e artesanato;
- a Sala de Exposições Pedro Comello;
- e a Sala de Vídeo Humberto Mauro, grande cineasta brasileiro e também filho e Cataguases.

Fotos: Amarildo Mayrink com a valiosa contribuição de Hugo Caramuru.


Matéria atualizada em 27 de março de 2017.












Centro Cultural recebeu o nome de Eva Nil em homenagem à primeira atriz de grande sucesso no cinema nacional e filha de Cataguases.










Acima, foto da Estação da década de 80, do DEMPHAC - Departamento Municipal do Patrimônio Histórico e Artístico de Cataguases.






Acima, a Estação inicial da antiga Estrada de Ferro Cataguases.




Abaixo, belos registros do acervo de Hugo Caramuru resgatam a história da Estrada de Ferro Leopoldina em Cataguases.















Contando sempre com a colaboração de Hugo Caramuru, um comparativo ontem/hoje abaixo.





Nenhum comentário:

Postar um comentário