quarta-feira, 1 de maio de 2013

MEMORIAL DO FERROVIÁRIO BIQUENSE. Os registros da passagem da E. F. L. por Bicas estão ali.

Da esquerda para a direita, de pé, os ferroviários Haroldinho, Brandão, Luiz Antônio, Vicente Cunha, Magela, Carreiro, Osvaldinho, Vicente Rossi, Sebastião Aquino, José de Melo, Arnaldo, Chicão, Tuim, Olympio, Zenoni e Maury.
Agachados: Edilson Capota, Nem Cunha, Amarildo Mayrink, Zequinha e Homero Cândido - foto: 05/2010



Inaugurado em 1° de maio de 2010, no dia do trabalhador, o "Memorial do Ferroviário" está localizado nas dependências da rodoviária municipal, antiga Estação Ferroviária de Bicas.
Num cuidadoso e bem elaborado trabalho realizado pela historiadora Rosália Mayrink Corrêa, os visitantes podem conhecer um pouco da história da ferrovia em nossa cidade, mola mestra para o nascimento e o desenvolvimento de Bicas.
São livros, peças, ferramentas, fotos e pinturas que nos remetem aos tempos em que a velha Maria-Fumaça desfilava sua elegância pelos trilhos que cortavam as ruas da cidade, que o apito das oficinas era a referência do horário de todos os trabalhadores biquenses e que o SENAI formava novos e qualificados profissionais para nossa indústria.
Foi realmente sensacional ver ferroviários hoje aposentados e seus familiares apreciarem as peças e todo o material exposto, trazendo a nostalgia dos bons tempos vendo-se grande emoção estampada no rosto de todos os visitantes.
Como possivelmente o último ferroviário remanescente da antiga RFFSA, eu não podia ficar de fora deste maravilhoso evento e curtir a emoção dos veteranos.
Parabéns a todos os envolvidos no projeto de resgate de nossa história.

















Nenhum comentário:

Postar um comentário