quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

PRIMEIRO RELATÓRIO DA ESTRADA DE FERRO UNIÃO MINEIRA, de janeiro de 1878, registra a decisão que originou a cidade de Bicas.


Contando com a preciosa contribuição do amigo pesquisador FT Oliveira, trago hoje um importantíssimo documento, em especial para a cidade de Bicas. Trata-se do Primeiro Relatório da Estrada de Ferro União Mineira, datado de 31 de janeiro de 1878 e apresentado na primeira Assembléia geral da Companhia, contendo importantes e históricas informações daquela que foi a mola mestra do desenvolvimento de toda a nossa região. 

São 28 páginas de uma maravilhosa história onde o que mais despertou minha atenção foi o relatório o Eng.  Pedro Betim Paes Leme discorrendo sobre todas as informações dos trabalhos por ele realizados até aquela etapa da grandiosa obra. E lá na página 19, para mim, a mais importante de todas as informações: o registro de uma decisão crucial para o surgimento daquela que seria a cidade de Bicas!

Relata Pedro Betim Paes Leme:

"...A Estação terminal desta preimeira seção, cujas obras se acham adjudiciadas, não pôde ser colocada no Arraial do Espírito Santo (hoje Guarará), como era nossa intensão e mais ardente desejo. As dificuldades desse traçado por um lado e as condições de um mais fácil prolongamento para São João (Nepomuceno), a que tínhamos que atender, por outro demoveram-nos do primeiro intento, obrigando-nos a designar para essa estação o lugar denominado Taboas (nasce Bicas).

A cerca de 2 kilometros do arraial do Espírito Santo é esse o lugar que mais se presta ao prolongamento de nossa linha, qualquer que seja a direção que nos aconselhem os estudos, a que estamos procedendo.

As grandes dificuldades da serra das Bicas, que temos que descer para chegar a São João se multiplicariam, se não se tornassem insuperáveis com a escolha de outro qualquer ponto".

O amigo e grande colaborador de nosso site Hugo Caramuru destacou que conhece vários relatos sobre ter existido um zigue-zague no primitivo trecho entre as estações de Serraria e Siveira Lobo. No relatório, o Eng. Pedro Betim Paes Leme deu grande ênfase sobre este zigue-zague:

  ..."É a primeira vez que se emprega no Brasil esse sistema de zigue-zague, com jogo de chave e recuamento do trem.".... 

Entre tantas valiosas e informações, o relatório demonstra claramente a importância da produção, colheita, transporte e exportação do café, além de outros produtos também produzidos na região. 

Traz também a relação do grupo de acionistas da Companhia e outra importante informação: a sede da Companhia na Estação de Serraria, ponto de partida da estrada de ferro.


Na página acima a origem de nossa cidade, "uma estação no lugar denominado Taboas", próximo à serra da Bicas.



Abaixo o Primeiro Relatório da Estrada de Ferro União Mineira, completo.